Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mudanças na PF aumentam influência do ministro da Justiça

Braço direito de Anderson Torres, Alessandro Moretti assumirá a Inteligência Policial, diretoria responsável por grampear telefones em investigações
Mudanças na PF aumentam influência do ministro da Justiça
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após a saída de Paulo Maiurino da diretoria-geral da Polícia Federal (foto), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, aumentou sua influência sobre a corporação, informam Jeniffer Gularte e Paulo Cappelli na Crusoé.

Braço direito de Torres, o delegado Alessandro Moretti assumirá, no lugar de Rodrigo Carneiro, a estratégica Diretoria de Inteligência Policial (DIP) responsável, entre outras tarefas, por grampear telefones no curso de investigações. Ele foi secretário-executivo de Torres quando o atual ministro comandava a secretaria de Segurança Pública do DF.

Outras mudanças também foram confirmadas por Crusoé. Na Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado —uma das mais sensíveis da instituição, por investigar políticos com foro privilegiado—, Caio Rodrigo Pellim assumirá o lugar de Luís Flávio Zampronha.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....