Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"MP da Petrobras" é mais um golpe no legado da Lava Jato

Proposta do governo de Jair Bolsonaro e do Centrão pretende varrer para o lixo a Lei das Estatais, que desde 2016 impede descalabros na petroleira
“MP da Petrobras” é mais um golpe no legado da Lava Jato
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Na Crusoé, Carlos Graieb escreve sobre como a “MP da Petrobras”, planejada por Jair Bolsonaro e pelo Centrão para intervir na estatal e tentar conter o preço dos combustíveis, é um golpe em mais um dos legados da extinta Operação Lava Jato, a Lei das Estatais.

“A MP que altera a Lei das Estatais pretende varrer para o lixo um dos últimos legados da Operação Lava Jato. A lei foi criada, em 2016,  como consequência direta dos descalabros descobertos na Petrobras [foto]. As diretorias da empresa haviam sido loteadas entre vários partidos políticos, que roubavam dinheiro público manipulando os contratos assinados sob sua influência. As novas regras conseguiram não apenas impedir essa prática como ainda dificultaram ao governo fazer gato e sapato das estatais, apenas para satisfazer interesses politiqueiros.

É isso que Bolsonaro e o Congresso – o Centrão em particular – querem pôr abaixo. Eles pretendem subjugar mais uma vez as estatais, como fizeram até meados da última década. E não é surpresa nenhuma que os políticos que estão à frente da investida, como Arthur Lira, Ciro Nogueira e Ricardo Barros, sejam todos do PP, um dos partidos mais citados na Lava Jato.”

LEIA AQUI a íntegra do artigo; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....