Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mortadela para Bolsonaro e seus ministros

Licitação para serviços de comissaria em voos da Presidência da República prevê a aquisição de 550 sanduíches de mortadela ao longo de um ano
Mortadela para Bolsonaro e seus ministros
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Como mostramos há pouco, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República pretende gastar até R$ 1,6 milhão com quitutes a serem servidos para Jair Bolsonaro e seu staff em viagens pelo Brasil e voos internacionais.

Entre os itens que foram cotados no certame para “contratação de serviços de comissaria aérea às aeronaves que atendem à Presidência da República” está a aquisição de 550 sanduíches de mortadela.

Isso mesmo, 550 sanduíches – ao custo de R$ 11,59 cada. Serão R$ 6,3 mil gastos no lanche que é considerado pelo presidente da República e pela direita como um “símbolo do PT”.

mortadela_1 628x203

Em várias oportunidades, Bolsonaro menosprezou o tal quitute. Em 2017, na sua pré-campanha, o presidente da República disse que seus militantes não eram “movidos a pão com mortadela”; ano passado, em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro ironizou atos petistas realizados em junho em todo o Brasil.

“Eu acho que vou acabar com as manifestações dos petralhas. Comam mortadela, pessoal, faz bem à saúde. Vai acabar com as manifestações. Estou apoiando agora o consumo de mortadela no Brasil”, disse o presidente da República na época.

Leia na íntegra o edital para compra de refeições para voos de Jair Bolsonaro

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....