Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Morre Geraldo Brindeiro

Aos 73 anos, ele foi vítima de complicações decorrentes da Covid; entre 1995 e 2003, ocupou o cargo de procurador-geral da República
Morre Geraldo Brindeiro
Foto: wikimedia commons

Geraldo Brindeiro (foto), que foi procurador-geral da República entre 1995 e 2003, morreu nesta sexta-feira (29), em Brasília, vítima de complicações decorrentes da Covid.

Brindeiro foi nomeado PGR pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, tendo sido reconduzido três vezes ao cargo. Ficou conhecido como “engavetador-geral da República”, em razão de ter aceito somente 60 denúncias em sua gestão, de um total de 626 inquéritos criminais,

A informação foi divulgada pelo presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Ubiratan Cazetta.

Natural de Recife, Brindeiro tinha 73 anos e continuava em atividade como subprocurador-geral da República — era o mais antigo da carreira no Ministério Público Federal. Ele chegou a ser cotado para uma vaga no STF. Era primo de Marco Maciel, que morreu em junho deste ano.

“Colega de trato gentil e bastante leal, Geraldo Brindeiro foi, dentre outras coisas, responsável pela construção da sede atual da PGR, além de ter promovido diversos concursos de ingresso na carreira, ampliando em muito o MPF”, escreveu Cazetta no Twitter.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....