Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moro pede indenização após socialite o acusar de cometer fraude eleitoral

Ontem, a Procuradoria Regional Eleitoral de SP encaminhou ao MPE uma notícia-crime apresentada pela empresária pela suposta prática de crime eleitoral
Moro pede indenização após socialite o acusar de cometer fraude eleitoral
Reprodução

O ex-juiz Sergio Moro e a mulher, Rosângela Moro, apresentaram à Justiça uma queixa-crime contra a empresária e pré-candidata a deputada federal pelo PSB-SP Roberta Luchsinger, que solicitou abertura de investigação após Moro e Rosângela terem trocado o domicílio eleitoral de Curitiba para a capital paulista.

Ontem, como mostramos, a Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo encaminhou ao Ministério Público Eleitoral do estado uma notícia-crime apresentada pela empresária contra o casal por suposta prática de crime eleitoral. 

Os dois pedem ainda fixação de valor mínimo de indenização pelos danos morais no valor de R$ 100 mil para cada um por injúria e calúnia.

Moro disse que a empresária tem feito acusações em redes sociais e na imprensa. “Em requerimentos de transferência de domicílio eleitoral, a Justiça Eleitoral considerou estarem presentes todos os pressupostos ao deferimento dos pedidos”, disseram em trecho da ação.

Segundo a parlamentar, Moro teria falsificado documentos comprobatórios de residência em São Paulo a fim de concorrer nas eleições deste ano pelo estado.

Hoje, para fazer a troca de domicílio eleitoral, a lei exige residência de ao menos três meses no novo local, mas uma jurisprudência do TSE estabelece que a mudança também pode ocorrer quando há “vínculos políticos, econômicos, sociais ou familiares”.

Roberta Luchsinger é ex-mulher do ex-delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....