Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ministro do TCU critica prazo curto para analisar leilão do 5G: "Manobra regimental"

Outros ministros anteciparam votos na semana passada, deixando Cedraz vencido em 7x1
Ministro do TCU critica prazo curto para analisar leilão do 5G: “Manobra regimental”
Reprodução/TCU/YouTube

O ministro Aroldo Cedraz, do TCU, criticou nesta quarta (25) o prazo curto dado para seu pedido de vista na análise do edital do 5G.

Na semana passada, o TCU formou maioria para aprovar leilão do 5G, mas Cedraz pediu vista. Os demais ministros anteciparam seus votos, em favor do parecer do relator, Raimundo Carreiro.

Pelo regimento interno do TCU, um pedido de vista adia o julgamento por pelo menos 20 dias, “tratando-se de vista na forma regimental”.

A O Antagonista, Cedraz escreveu, em nota: “Podemos dizer que o ocorrido na última semana seria cabível em outras casas, em que manobras regimentais fazem parte das disputas travadas entre situação e oposição, mas não no Tribunal de Contas da União”.

E acrescentou: “Por esse motivo, consignei na sessão de hoje os mais veementes protestos ante o procedimento adotado pelo colegiado, que determinou o retorno do processo a julgamento no prazo mínimo de uma semana, mesmo após nossa Presidente ter anunciado a concessão de vistas por 30 dias e ter promovido o encerramento daquela sessão”.

Hoje, Cedraz apresentou voto divergente do relator Raimundo Carreiro, ficando vencido por 7 x 1. O julgamento foi encerrado e o texto volta para a Anatel.

Leia mais:

TCU aprova edital do 5G

Flávio Bolsonaro e Ciro Nogueira no bonde do 5G nos EUA

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....