Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ministro da Educação diz dar prioridade a amigos de pastor a pedido de Bolsonaro; ouça

"Minha prioridade é atender primeiro os municípios que mais precisam e, depois, atender a todos os que são amigos do pastor Gilmar", diz Milton Ribeiro
Ministro da Educação diz dar prioridade a amigos de pastor a pedido de Bolsonaro; ouça
Foto: Estevam Costa/PR

Em áudios, o ministro da Educação, Milton Ribeiro (foto), afirma que o governo dá prioridade a prefeituras em que pedidos de liberação de verba foram negociados por dois pastores que não têm cargo e atuam em um esquema para obter verbas do MEC. As gravações foram obtidas pela Folha.

A existência do grupo de pastores, que ficou conhecido como “Ministério da Educação paralelo”, foi revelada na semana passada, em uma reportagem do Estadão.

Gilmar Silva dos Santos, presidente da Convenção Nacional de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Brasil, e Arilton Moura (à direita), assessor de Assuntos Políticos da entidade, participam de agendas fechadas da pasta e de reuniões para definir o destino de recursos.

“Foi um pedido especial que o presidente da República fez para mim sobre a questão do [pastor] Gilmar”, diz Ribeiro em um dos áudios.

Os recursos negociados pelos pastores com as prefeituras são geridos pelo FNDE, órgão do MEC controlado pelo Centrão.

“Porque a minha prioridade é atender primeiro os municípios que mais precisam e, em segundo, atender a todos os que são amigos do pastor Gilmar.”

Milton Ribeiro também indica haver uma contrapartida à liberação de recursos da pasta. “Então o apoio que a gente pede não é segredo, isso pode ser [inaudível] é apoio sobre construção das igrejas”.

Ouça o áudio obtido pelo jornal Folha de S.Paulo:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....