Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

MBL quer que relator do caso Arthur seja cassado por dizer que colega teve 'sorte' em assédio

No Conselho de Ética da Alesp, Delegado Olim defendeu que o ex-colega perdesse o mandato por causa dos áudios sobre as ucranianas
MBL quer que relator do caso Arthur seja cassado por dizer que colega teve sorte em assédio
Reprodução

O MBL vai protocolar um pedido de cassação do deputado estadual de São Paulo Delegado Olim (PP), que foi relator do caso de Arthur do Val (União Brasil) no Conselho de Ética da Alesp, diz a Folha.

Em entrevista na última quarta (20), Olim disse que a deputada Isa Penna teve “sorte” ao ser assediada pelo colega Fernando Cury, em dezembro de 2020. O parlamentar afirmou que ela será reeleita por causa do episódio.

Os comentários foram feitos quando Olim comparou o assédio cometido por Cury, que foi apenas suspenso, aos comentários machistas de Arthur, que, segundo seu parecer no Conselho de Ética, deveria ser cassado. Olim afirmou que Fernando Cury “é um cara do bem”.

O pedido será assinado por Renato Battista, pré-candidato a deputado estadual e ex-chefe de gabinete de Arthur do Val (União Brasil).

“Ao pedir a cassação do Arthur do Val por um áudio no qual não há crime, o próprio Olim abriu um precedente que agora deve se voltar contra ele. Pela lógica, merece ser cassado, ou a Assembleia mostrará sua incoerência mais uma vez?”, afirmou.

A própria Isa Penna afirmou que iria pedir o afastamento de Olim depois do episódio.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....