Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Marina sobre intervenção: "Medida extrema reflete inação de sucessivos governos federais"

Marina Silva divulgou nota nas redes sociais sobre a intervenção federal no Rio.

Eis a íntegra:

“O decreto de intervenção do presidente Michel Temer é uma medida extrema para lidar com a situação grave de segurança pública no estado do Rio de Janeiro.

A incapacidade do governo estadual do Rio de enfrentar as milícias, o crime organizado e a escalada da violência, que tem ceifado e ameaçado a vida da população, é uma realidade que também aflige outras regiões do país.

A crise política e administrativa no estado agrava ainda mais a situação.

Essa medida imediata de intervenção reflete também a inação de sucessivos governos federais que negligenciaram a pauta da segurança pública deixando apenas para os estados a responsabilidade de enfrentar um problema complexo, que deveria ser tratado de maneira nacionalizada e integrada entre os entes federativos para promover ações mais efetivas e duradouras.

No âmbito de uma federação democrática, a medida mais traumática é a intervenção federal. Só espero que esta tenha sido precedida do mais responsável planejamento, para que a respectiva execução, de fato, traga a devida proteção e amparo à sofrida população do Rio, em lugar de aumentar suas agruras.”

O Antagonista lembra que o PT chegou ao poder com Lula em 2003 e que Marina Silva só saiu do partido no segundo semestre de 2009. Durante quase sete anos, portanto, a ex-ministra integrou um governo federal que negligenciou a segurança pública, atribuindo a responsabilidade aos estados.

Será por isso que ela evita nomear de quem era o governo?

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....