Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Marcos Valério denunciou ligação entre PT e PCC

Pivô do mensalão recebeu a maior condenação entre os investigados; Polícia Civil de SP suspeita que contador de Lula trabalhe para o grupo criminoso
Marcos Valério denunciou ligação entre PT e PCC
Foto: Reprodução/PF-MG

O ex-publicitário Marcos Valério, pivô do mensalão, contou à Polícia Federal em sua delação detalhes da relação do PT com o PCC. As declarações, reproduzidas nos vídeos abaixo, foram reveladas por Veja.

Segundo Valério, que recebeu a maior condenação (40 anos de cadeia) entre os investigados, Ronan Maria Pinto, empresário do ramo de transportes, teria chantageado Lula para não revelar detalhes de como funcionava o esquema de arrecadação ilegal de recursos para financiar petistas.

A propósito, a Lava Jato descobriu que metade dos R$ 12 milhões de um empréstimo ilegal solicitado por José Carlos Bumlai ao banco Schahin, a pedido do PT, foi usado para pagar Ronan.

Há poucas semana, a Polícia Civil deflagrou operação contra esquema de lavagem de dinheiro para o PCC. Um dos alvos foi o vereador Senival Moura, líder do PT na Câmara de Vereadores de São Paulo e dono de frota de ônibus.

Em outra frente recente, o Departamento de Investigações de Narcóticos (Denarc) de São Paulo acusa João Muniz Leite, contador de confiança da família de Lula, de lavar dinheiro para o mesmo grupo criminoso. Muniz também foi alcançado pela Lava Jato.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....