Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Marcello Miller: "Vamos correr, porque a informação é de que a operação pode ser amanhã"

A Folha teve acesso ao conteúdo de mensagens do celular de Marcello Miller, cujo sigilo foi quebrado por ordem da Justiça. Segundo o jornal, o ex-procurador recebeu com pelo menos um dia de antecedência, quando já advogava para a J&F, a informação de que a Lava Jato prenderia Andrea Neves e Frederico Pacheco, primo de Aécio Neves.

Ele e a advogada Esther Flesch estavam negociando um aumento nos honorários pagos a ambos pelo escritório Trench Rossi Watanabe, quando Miller mandou uma mensagem à colega:

“Vamos correr, porque a informação insider é a de que a operação pode ser deflagrada amanhã.”

Na noite do mesmo dia, O Globo publicou a a notícia da delação dos irmãos Batista.

Os investigadores acham que Miller recebeu a notícia de dentro da PGR, já que usou a palavra “insider”. É provável. Assim como é possível que uma assessoria de imprensa também tenha atuado como “insider” na história dessa delação.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....