Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Manifesto da Fiesp é adiado para depois de 7 de setembro

Arthur Lira conversou com o presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, Paulo Skaf, e ficou combinado que a nota será divulgada após o feriado
Manifesto da Fiesp é adiado para depois de 7 de setembro
Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse a O Globo que o manifesto apoiado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e que gerou reação contrária dos bancos públicos será divulgado depois de 7 de setembro.

Lira deu a declaração após conversar no fim de semana com Paulo Skaf, presidente da Fiesp e um dos principais idealizadores do documento.

“Conversei com Skaf nesse domingo e como não tem um prazo para a divulgação do manifesto, ficou combinado que não será nesta semana. Vai aguardar as comemorações do 7 de setembro. […]A nota não é da Febraban, é da Fiesp com a participação de mais de 200 entidades do setor produtivo. Virou uma nota da Febraban com reflexos para a Caixa Econômica Federal e para o Banco do Brasil desproporcional aos seus interesses.”

Nos últimos dias, PMs apoiaram publicamente os atos pró-Bolsonaro marcados para 7 de setembro, o que aumentou a tensão institucional no país. Apesar disso, o presidente da Câmara minimizou os episódios e disse que “não haverá nada” no dia. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....