Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Mandetta afirma que articula frente de centro, mas nega ser candidato

Mandetta afirma que articula frente de centro, mas nega ser candidato
Foto: Papo Antagonista

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta declarou ao Papo Antagonista que está ajudando a articular uma frente de centro que possa disputar as eleições de 2022. Para ele, a população brasileira está cansada da polarização Lula x Bolsonaro.

“Se fosse um segundo turno Bolsonaro x Lula, eu não sei quem ganharia. Mas o Brasil perderia muito. São dois párias internacionais. Eles não têm condições de falar pela nação”, disse Mandetta. Apesar disso, o ex-ministro fez uma ressalva: “Eu ainda não me coloco nessa condição (de candidato)”.

Ao longo da entrevista, Mandetta ressaltou que está conversando com integrantes de vários partidos, como PSDB, Novo e DEM. “As linhas telefônicas estão extremamente busy (ocupadas). Todo mundo precisa se despir de suas vaidades e falar: ‘quais os pontos de convergência?’. Vai chegar uma hora em que as divergências podem aparecer pontualmente, mas o que importa agora são valores maiores que vão além de um mero menino usa azul ou menina usa rosa”, disse o ex-ministro.

Sobre uma eventual reeleição de Bolsonaro, Mandetta diz que tem observado as pesquisas e destacou que o presidente mantém como eleitor apenas o “radical de 40 a 60 anos, do sexo masculino” e um percentual do voto evangélico.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....