Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Maia: "Pelo jeito, não estávamos falando sério do congelamento"

Como noticiamos, Paulo Guedes “levou uma facada” ontem em nova votação, na Câmara, do projeto de socorro financeiro a estados e municípios.

Os deputados ampliaram o rol de categorias que ficarão de fora do congelamento de salários. Com apoio do líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo, foi suprimida a expressão que liberava reajustes apenas para profissionais “diretamente envolvidos” no combate à Covid-19, como os da saúde e da segurança pública.

Rodrigo Maia chamou a mudança de “absurdo” e disse que os colegas desidrataram as contrapartidas ao auxílio a estados e municípios.

“Pelo jeito, não estávamos falando sério do congelamento. É um absurdo.”

O Senado poderá mudar o texto novamente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....