Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lula é alertado a não antecipar debate sobre sucessão na Câmara

Aliados querem evitar que petista endosse rival de Arthur Lira; PT trabalhará para aumentar sua bancada, hoje composta por 56 parlamentares
Lula é alertado a não antecipar debate sobre sucessão na Câmara
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Em conversa com aliados, o ex-presidente Lula tem sido alertado a não antecipar o debate sobre a sucessão do atual presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

O receio dos aliados do petista é que ele, caso seja eleito, venha a se tornar uma nova “Dilma”. Em 2015, ela endossou a candidatura de Arlindo Chinaglia (PT-SP), que foi derrotado por Eduardo Cunha. Depois disso, Cunha tornou-se o principal desafeto da ex-presidente e liderou o processo de impeachment da petista.

“Eu acho que o Arthur [Lira] ganha de qualquer jeito. Ele tem milhões em emendas para distribuir e será o candidato do parlamento [em 2023]”, disse um integrante da campanha lulista a este site.

Apesar de afirmar oficialmente que não vai entrar na discussão sobre o próximo presidente da Câmara, o PT trabalha para aumentar a sua atual bancada, que hoje é de 56 parlamentares. Com isso, a sigla espera ficar menos refém do Centrão em um eventual mandato petista.

“Nesta eleição a campanha de Lula tentará aumentar a bancada da coligação para ganhar força no Congresso”, disse a O Antagonista o deputado Henrique Fontana (PT-RS)

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....