Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lucas Furtado passa recibo

Depois de ser exposto em petição de Júlio Marcelo contra seus atropelos funcionais, o subprocurador do TCU enviou novo ofício a Bruno Dantas
Lucas Furtado passa recibo
Reprodução

Lucas Furtado (foto) está desesperado. Depois de ser exposto em petição de Júlio Marcelo contra seus atropelos funcionais, o subprocurador do TCU voltou à carga e enviou novo ofício a Bruno Dantas pedindo agora que sejam tornados públicos todos os documentos das ações que questionam a relação de Sergio Moro com a Alvarez & Marsal.

Em escandalosa dobradinha com Bruno Dantas, Lucas insiste em violar o princípio do procurador natural e oficiar no caso que está sob relatoria de Marcelo.

Como O Antagonista mostrou mais cedo, Dantas ignorou a auditoria do tribunal e os pareceres das áreas técnicas que rejeitaram as alegações de que Moro e a Lava Jato causaram prejuízos à Odebrecht, ou que o ex-juiz se beneficiou de informações privilegiadas, incorrendo nas práticas de revolving door e lawfare.

Além dos esclarecimentos sobre o regime de contratação de Moro, a Alvarez & Marsal encaminhou ao Tribunal o termo de distrato firmado, contendo a “cláusula de conflito de interesses envolvendo o Grupo Odebrecht”.

A análise da área técnica apontou total “falta de consistência” da representação e de mínima “conexão lógica” entre os fatos, inclusive do ponto de vista cronológico, tornando a tese lulista, acolhida por Furtado e Dantas, “absolutamente improvável, para não dizer impossível”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....