Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Lollapalooza recorre de decisão do TSE que proibiu manifestações políticas

Organizadores do festival pedem que a decisão seja revista e que não seja aplicada nenhuma penalidade
Lollapalooza recorre de decisão do TSE que proibiu manifestações políticas
Divulgação: Lollapalooza

Os organizadores do Lollapalooza recorreram da decisão do ministro Raul Araújo, do TSE, que proibiu manifestações políticas durante as apresentações do festival.

A decisão do ministro acolheu um pedido do PL, partido de Jair Bolsonaro, que acionou o tribunal depois que a cantora Pabllo Vittar exaltou Lula durante seu show na sexta-feira.

De acordo com a organização do Lollapalooza, não se pode querer transformar os eventos culturais em movimentos absolutamente neutros, sem participação política, sem que os legítimos interesses políticos sejam expressos, ou seja, não se pode querer que os diversos eventos sociais não possam ter uma participação ativa nas questões eleitorais”.

A organização pede que a decisão seja revista e que não seja aplicada qualquer penalidade. Ao acatar o pedido do PL, o ministro do TSE definiu multa de R$ 50 mil para cada vez que a determinação for desobedecida.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....