Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Letalidade policial cai pela primeira vez em oito anos, mas taxa de casos envolvendo pessoas negras cresce

Dados foram divulgados nesta terça-feira (28) no 16º anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública; levantamento não inclui mortes causadas por agentes federais
Letalidade policial cai pela primeira vez em oito anos, mas taxa de casos envolvendo pessoas negras cresce
Foto: Reprodução

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), uma das principais entidades civis da área, divulgou nesta terça-feira (28) seu anuário referente ao ano de 2021, indicando a primeira queda em letalidade policial nos últimos oito anos.

O levantamento, que se baseia em informações das secretarias de segurança pública estaduais e das polícias civis, militares e federal, registou uma queda de 4% no número de pessoas mortas pela polícia, em comparação a 2020, de 6.413 mortes registradas para 6.145.

Apesar da queda geral, a taxa de pessoas negras mortas por policiais cresceu em 5,8%, enquanto que o índice para brancos caiu em mais de 30%.

Dentre as dezesseis unidades da Federação que registraram queda na taxa geral de letalidade policial, São Paulo foi a que teve melhor resultado, redução de 30%. O ano de 2021 foi o primeiro em que a polícia paulista usou câmeras em seus uniformes para registro e fiscalização das abordagens.

O anuário não inclui mortes causadas por agentes federais, como o caso de Genivaldo dos Santos (foto), que foi assassinado por asfixia dentro de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal no Sergipe no final de maio.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....