Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Kalil cobra 'aliança formal' com o PT

Ex-prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato do PSD ao governo de Minas Gerais descarta apoio à reeleição de Jair Bolsonaro
Kalil cobra aliança formal com o PT
Reprodução/Câmara Municipal de Belo Horizonte

Em sabatina da Folha e do UOL, Alexandre Kalil (PSD), ex-prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato ao governo de Minas Gerais, descartou a possibilidade de seu partido apoiar Jair Bolsonaro.

Ele, no entanto, cobrou uma “aliança formal” com o PT.

“Eu não tenho problema nenhum de andar com presidente Lula. Já disse que considero o presidente Lula um grande líder. O que eu não quero é ir sem mão dada, sem aliança. Porque isso tecnicamente prejudica uma campanha.”

Lula está em Minas nesta semana. Como temos noticiado, os petistas querem o deputado Reginaldo Lopes como candidato ao Senado, mas o PSD insiste em ter na coligação a candidatura à reeleição de Alexandre Silveira, sucessor do hoje ministro do TCU Antonio Anastasia e que poderá assumir a liderança do governo Bolsonaro no Senado.

Kalil também criticou Romeu Zema (Novo), o atual governador e líder das pesquisas de intenção de voto. Ele afirmou que o adversário governa para empresários e está “montado em um avião fazendo campanha” há dois anos.

Nesta semana, a Folha e UOL ainda devem sabatinar outros pré-candidatos em Minas, como Miguel Corrêa (PDT), Marcus Pestana (PSDB) e Carlos Viana (PL). Segundo o jornal, Zema não aceitou o convite.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....