Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Justiça do AM determina prisão de suspeito por desaparecimento na Amazônia

"Pelado", como é conhecido, é o principal suspeito do desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira; PF encontrou vestígios de sangue em embarcação
Justiça do AM determina prisão de suspeito por desaparecimento na Amazônia
Peritos investigam lancha apreendida com "Pelado". Foto: Polícia Federal

A juíza Jacinta dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), decretou a prisão preventiva de Amarildo da Costa de Oliveira, principal suspeito pelo desaparecimento do indigenista brasileiro e do repórter britânico Dom Phillips, ocorrido no domingo (5). Conhecido como “Pelado”, ele ficará detido por cindo dias.

De acordo com o jornal O Globo, durante audiência de custódia ocorrida nesta quinta-feira (9), a magistrada levou em consideração o fato de que “Pelado” era considerado um homem perigoso por testemunhas. O principal argumento para a prisão preventiva era que ele teria sido visto com porte de arma e munição momentos depois do alegado sumiço de Bruno e Dom Phillips.

“Pelado” teria sido visto do ponto onde ambos passavam, no rio Itaquaí, na companhia de mais quatro pessoas. Depois todos partiram na mesma direção que o indigenista e o jornalista – estes jamais chegaram na cidade de Atalaia do Norte, onde eram esperados.

Nesta quinta-feira, a Polícia Federal disse que realiza pesquisa de possível material genético na lancha apreendida com o suspeito no momento da abordagem. Foram encontrados vestígios de sangue na embarcação. Os policiais também argumentam que já percorreram cerca de 100 km de rios na região.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....