Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Jornalista é intimada a revelar fonte após publicar discussão entre delegados

Geisy Garnes foi intimada pela Polícia Civil de MS a prestar esclarecimentos após divulgar gravação que mostra desentendimento entre dois delegados
Jornalista é intimada a revelar fonte após publicar discussão entre delegados
Foto: Reprodução

A jornalista Geisy Garnes, do Campo Grande News, foi intimada pela Polícia Civil de Mato Grosso do Sul depois de publicar reportagem sobre uma discussão entre o delegado-geral do órgão Adriano Garcia Geraldo (foto) e a delegada Daniella Kades de Oliveira Garcia. Kades é  integrante da força-tarefa responsável pelas investigações contra grupo de extermínio suspeito de atuar no estado.

A intimação, claro, contraria a Constituição Federal, que garante sigilo da fonte.

Em áudio divulgado pelo jornal no dia 4 de novembro, a delegada, ao negar revelar detalhes sobre investigações da força-tarefa, afirmou que “não confiava na polícia” e por isso, se tornou alvo da Corregedoria-Geral de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul por “insubordinação grave em serviço”.

É nessa apuração que a Polícia Civil insiste em descobrir como a jornalista obteve acesso à gravação.

Para o deputado federal Fábio Trad (PSD-MS), a convocação da repórter a prestar esclarecimentos na Corregedoria da Polícia Civil de MS pode configurar caso de “abuso de autoridade”. 

“A intimação policial da jornalista Geisy Garnes denota, a princípio, violência institucional”, escreveu Trad no Instagram. “A jornalista não pode ser constrangida pelo aparelho policial a contrariar uma garantia constitucional que resguarda o sigilo da fonte”. 

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....