Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Izalci é condenado a quatro anos de reclusão por peculato

Decisão afastou a prescrição da pena, que havia sido reconhecida em primeiro grau; senador foi considerado culpado de desviar computadores doados pelo TCU
Izalci é condenado a quatro anos de reclusão por peculato
Foto: Pedro França/Agência Senado

A Justiça do Distrito Federal condenou o senador tucano Izalci Lucas (foto) a quatro anos e quatro meses de reclusão em regime semiaberto por peculato

O parlamentar foi considerado culpado por desvio de 200 computadores doados pelo Tribunal de Contas da União entre 2009 e 2010, quando ele ocupava a chefia da Secretaria de Ciência e Tecnologia do DF. 

Por causa da condenação, Izalci, que é pré-candidato ao governo distrital, deve ficar inelegível. A decisão, em segunda instância, afastou a prescrição da pena, que havia sido reconhecida em primeiro grau.

Em nota, a defesa do senador afirmou que recebeu com “surpresa” o resultado do julgamento da 3ª Turma Criminal do TJDFT na dupla apelação criminal. “Isso porque tanto as teses preliminares como as de mérito apontadas no recurso apelatório não foram apreciadas pelo colegiado à luz das provas existentes no processo e a jurisprudência do STF, com a mais respeitosa vênia ao entendimento diverso.”

Disse ainda que o parlamentar foi “vítima de uma trama de seus desafetos políticos que interpuseram denúncias perante a Justiça Eleitoral, em 2010, com o objetivo de cassar o mandato de deputado federal obtido naquelas eleições. Ou seja, a questão foi inicialmente dirigida à justiça eleitoral. Existem fotos, filmagens e depoimentos nos autos que confirmam que testemunhas de acusação faltaram com a verdade para prejudicar o acusado, mas nenhuma providência correcional foi deferida”.

A defesa irá recorrer da decisão em instâncias superiores.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....