Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'Irmã' da PEC dos Precatórios estava sem movimentação desde fevereiro de 2018

Câmara incluiu mudanças do Senado em uma proposta relacionada à fila de prioridade de pagamento de dívidas judiciais para idosos
Irmã da PEC dos Precatórios estava sem movimentação desde fevereiro de 2018
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A proposta de emenda constitucional que servirá de base para a tramitação da PEC dos Precatórios estava sem movimentação na Câmara desde dezembro de 2018.

O texto original fazia uma única mudança na Constituição, priorizando o pagamento de precatórios para idosos e portadores de doença grave ou incapacitante.

Agora, com a gambiarra legislativa proposta por Arthur Lira (foto), essa matéria vai aglutinar as mudanças feitas pelos senadores e tratar também do regime especial do pagamento de dívidas judiciais, vinculação de receitas da União para pagamento do Auxílio Brasil e até a exclusão dos precatórios do Fundef do teto de gastos.

A última tramitação da irmã siamesa das PEC dos Precatórios foi um requerimento, de autoria do então deputado Arnaldo Faria de Sá (PP-SP), solicitando a votação da proposta em plenário.

Na época, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (sem partido-RJ), ignorou o pedido do colega.

Eram outros tempos: Maia comandava a Câmara; Michel Temer era presidente do Brasil, Faria de Sá ainda tinha mandato e o país ainda prezava pela responsabilidade fiscal.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....