Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo usou AGU para tentar "golpe" na vacinação de crianças, diz diretor da Anvisa

"É um tipo de golpe ao início da vacinação de crianças, naquilo que é o mais caro, que é o direito delas"
Governo usou AGU para tentar “golpe” na vacinação de crianças, diz diretor da Anvisa
Reprodução/Anvisa/YouTube

Alex Campos, um dos diretores da Anvisa, disse nesta quinta (20) que o governo usou a AGU para tentar um golpe na vacinação de crianças.

“A petição da AGU, ela é uma espécie de obscurantismo institucional. É um tipo de golpe ao início da vacinação de crianças, naquilo que é o mais caro, que é o direito delas, assegurado pela Constituição Federal, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente “, disse Campos, em reunião da Anvisa sobre a autorização da Coronavac para crianças e adolescentes.

“Me causou muita, mas muita, muita estranheza, para não dizer perplexidade, a petição apresentada pela Advocacia-Geral da União no dia 18 de janeiro, nos autos de duas ADPFs [Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental], que a pretexto de emoldurar um conjunto de argumentos jurídicos que parecem absolutamente corretos, que emprestam eventualmente verossimilhança aos fatos apresentados, muito estranha que uma instituição que tem o respeito do país, que tem o respeito dos advogados como eu, que a AGU tenha sido utilizada para promover uma espécie de desqualificação, de desconstrução do Sistema Único de Saúde brasileiro”, acrescentou o diretor.

“Ela [a petição da AGU] surge como uma forma de desafiar o SUS.”

Campos está falando do esforço em mobilizar a AGU contra a vacinação obrigatória de crianças.

O Estatuto da Criança e do Adolescente, em vigor desde 1990, prevê a vacinação obrigatória de crianças: “É obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”.

Leia mais:

AGU entra na briga de Bolsonaro contra vacinação obrigatória de crianças

AGU também se manifesta contra obrigatoriedade da vacinação infantil

Vacinação obrigatória de crianças já foi fixada pelo STF, diz representante do CNJ

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....