Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Governo pagou auxílio emergencial a 125 mil mortos

Dados são de auditoria feita pela Controladoria-Geral da União; ao todo, benefício foi pago indevidamente a cerca de 3 milhões de pessoas
Governo pagou auxílio emergencial a 125 mil mortos
Crédito: CGU/Reprodução

Uma auditoria da Controladoria-Geral da União (foto) a que Crusoé teve acesso aponta que o governo federal pagou parcelas do auxílio emergencial a 125 mil mortos ao longo do ano passado. Ao todo, afirma a CGU, foram feitos repasses indevidos a 3 milhões de pessoas.

“Foram identificados 118.060 beneficiários (cujas contas receberam 226,8 mil parcelas) e 7.147 responsáveis familiares (cujas contas receberam 36,6 mil parcelas) com indicativo de óbito anterior ao pagamento do benefício”, diz um trecho do relatório.

Estima-se que os cofres públicos tenham perdido mais de 1 bilhão de reais com o total de pagamentos apontados como indevidos —só com os desembolsos a beneficiários que já constavam dos cadastros oficiais como mortos, o prejuízo foi de 53 milhões de reais.

LEIA AQUI a reportagem de Paulo Cappelli na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....