Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Gilson Machado recua e mantém mulher de blogueiro bolsonarista fora do governo

Oswaldo Eustáquio e Sandra Terena começaram a se afastar de Damares Alves em meio à pandemia; hoje, são considerados inimigos
Gilson Machado recua e mantém mulher de blogueiro bolsonarista fora do governo
Divulgação

O ministro do Turismo, Gilson Machado, voltou atrás e decidiu chutar de vez Sandra Terena, mulher do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, do governo Bolsonaro.

Em decisão publicada hoje no Diário Oficial da União (veja abaixo), Machado torna sem efeito uma portaria do último dia 11 que nomeava Sandra como representante da comunidade indígena no Conselho Curador da Fundação Palmares, com mandato de três anos.

No início do governo, Sandra, ex-petista convertida ao bolsonarismo, ocupou o importante cargo de secretária nacional da Igualdade Racial, mas acabou deixando a função após atritos com a ministra Damares Alves.

Eustáquio é um dos alvos do inquérito dos atos antidemocráticos no STF e já chegou a ser preso. Nas eleições deste ano, ele pretende tentar uma vaga ao Senado por São Paulo filiado ao PMN, depois de ter sido expulso do PTB.

O casal — Eustáquio e Sandra — começou a se afastar de Damares em meio à pandemia. Hoje, são considerados inimigos no entorno de Jair Bolsonaro.

Segundo uma fonte do governo disse em reservado a este site, a ministra não atuou diretamente para que Gilson Machado voltasse atrás em relação à nova contratação de Sandra, mas “ficou claro que o governo não compactua com quem tenta atacar membros da sua equipe”. Em julho do ano passado, Eustáquio disse à Veja, por exemplo, que já caluniou adversários a pedido de Damares — ele também tentou constranger a ministra evangélica, dizendo que ela teria tido um caso amoroso com um homem casado.

Gilson Machado

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....