Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Gesto de Bia Kicis não pode ficar impune, diz associação de pediatras, sobre vazamento de dados

Como mostramos, a parlamentar do PSL admitiu que compartilhou as informações em um grupo de WhatsApp, mas negou envolvimento
Gesto de Bia Kicis não pode ficar impune, diz associação de pediatras, sobre vazamento de dados
Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) solicitou ao Ministério Público Federal a apuração do vazamento de dados pessoais de três médicos que defenderam a vacinação de crianças na audiência pública realizada em 4 de janeiro.

Como mostramosBia Kicis (foto), do PSL-DF, admitiu a O Globo que compartilhou os dados vazados em um grupo de WhatsApp, mas negou envolvimento com o vazamento.

“Esta atitude deixou os médicos expostos em situação de vulnerabilidade, tornando-os alvos de ameaças e intimidações por seus posicionamentos em relação ao tema. A entidade enfatiza que tal ação não pode ficar impune e, por isso, adotou medidas cabíveis junto às instâncias envolvidas”, diz a Sociedade.

Ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, a SBP também pediu que seja instaurado inquérito para apurar a conduta da parlamentar.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....