Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fux chama Aras para reunião

Depois de romper o diálogo com Bolsonaro, presidente do STF quer que PGR decida de que lado está na guerra
Fux chama Aras para reunião
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Depois de anunciar ontem a suspensão do diálogo com Jair Bolsonaro, Luiz Fux chamou Augusto Aras para uma reunião hoje às 12h. O presidente do Supremo vai cobrar do PGR que se posicione na guerra declarada pelo Judiciário ao presidente da República.

Bolsonaro já tem sete investigações abertas no TSE e no STF, entre elas a denúncia de Sergio Moro de interferência na PF, a suposta prevaricação do presidente no caso Covaxin, além das ameaças presidenciais ao sistema eleitoral.

A abertura de denúncia criminal contra Bolsonaro depende do procurador-geral da República, aliado do presidente. Fux conta com o interesse do próprio Aras em ocupar uma vaga no Supremo para fazê-lo mudar de postura.

O rompimento de Fux com Bolsonaro foi anunciado ontem em discurso, ao final da sessão. “O pressuposto do diálogo é o respeito mútuo entre as instituições e seus integrantes”, disse.

O presidente do Supremo ressaltou que Bolsonaro “tem reiterado ofensas e ataques de inverdades a integrantes desta Corte, em especial os Ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....