Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fiocruz aponta queda na ocupação de UTI Covid pela 1ª vez em 2022

Segundo boletim da fundação, dos 9 estados que tinham, na semana passada, ocupação de leitos de UTI igual ou superior a 80%, só 4 permanecem nessa situação
Fiocruz aponta queda na ocupação de UTI Covid pela 1ª vez em 2022
Foto: Agência Brasil

O Brasil registrou pela primeira vez em 2022 uma redução no índice de ocupação de leitos de UTI por pacientes com Covid (foto), informou o Observatório Covid-19 Fiocruz.

Dos nove estados (ou unidades federativas) que estavam na zona crítica na semana passada, com ocupação de leitos de UTI Covid igual ou superior a 80%, só quatro continuam nessa situação: Rio Grande do Norte, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

“Embora algumas taxas de ocupação de leitos ainda estejam muito elevadas, é um alento a percepção de que o arrefecimento da grande onda de casos provocada pela Ômicron, sentida em dados epidemiológicos, está começando a se refletir na diminuição da ocupação de leitos de UTI”, diz a nota técnica da fundação, que espera ter uma “visão mais conclusiva” nas próximas semanas.

Os pesquisadores da Fiocruz também destacaram que números mais críticos de internações e óbitos foram evitados no período graças ao avanço da vacinação no Brasil, mas “não podemos ignorar que riscos de reveses permanecem”.

Mais cedo, O Antagonista destacou que, de acordo com a fundação, a lotação das UTIs Covid no país em janeiro fez com que parte dos infectados não tenha tido acesso a esses leitos, o que levou a um “excedente” de mortos pela doença.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....