Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ex-líder diz que há "grande divisão" no PSL sobre candidatura de Moro

Deputado Delegado Waldir disse a O Antagonista que, "enquanto não formalizar a União Brasil, não podemos falar pelo novo partido"
Ex-líder diz que há “grande divisão” no PSL sobre candidatura de Moro
Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O deputado Delegado Waldir (GO), que liderou a bancada do PSL na Câmara no primeiro ano do governo Bolsonaro — quando o presidente ainda era filiado ao partido –, reforçou a O Antagonista que a candidatura de Sergio Moro não é consenso na legenda.

Waldir deixou a liderança após o vazamento do áudio de uma reunião na qual, em 2019, ele chama Bolsonaro de “vagabundo” e fala em “implodir” o presidente: relembre aqui.

A União Brasil, partido resultante da fusão do PSL com o DEM, negocia possível aliança com Moro. Como noticiamos mais cedo, a hipótese de o ex-juiz da Lava Jato trocar de partido foi ventilada em reunião nesta semana. Pela lei eleitoral, a troca poderia ocorrer até abril.

“A homologação da União Brasil ainda não ocorreu por parte do TSE [a previsão é de que isso ocorra em fevereiro]. Enquanto não formalizar a União Brasil, não podemos falar pelo novo partido. No PSL, existe uma grande divisão em relação ao Moro, não existe definição.”

O PSL tem uma ala significativa de bolsonaristas, incluindo o filho do presidente deputado Eduardo Bolsonaro. Parte desses parlamentares deve migrar para outras legendas da base do governo, como o próprio PL, de Valdemar Costa Neto e também do presidente da República.

“Meu candidato será de direita. Sou um defensor da Lava Jato, sou lavajatista. Tenho um grande carinho pelo doutor Sergio Moro, mas a gente tem que ver se, lá na frente, ele vai ser candidato a presidente da República, né? Vamos ver qual cenário vai se desenhar. Acho que está muito cedo ainda”, afirmou Waldir (foto), que, em outubro, tentará uma vaga no Senado por Goiás.

Nesta semana, como registramos, um dirigente do DEM já havia chamado a atenção para o fato de que a União Brasil terá “muito bolsonarista”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....