Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em São Paulo, adversários apostam em rejeição de Doria

A aversão ao govenador de São Paulo colocará à prova "a máquina do PSDB" em meio à tentativa de eleger Rodrigo Garcia ao Palácio dos Bandeirantes
Em São Paulo, adversários apostam em rejeição de Doria
Foto: Governo do Estado de São Paulo/Flickr

Em 2022, a máquina do PSDB de São Paulo será colocada à prova, diz a Crusoé. Rodrigo Garcia, candidato do partido ao governo estadual, terá que vencer a rejeição de seu próprio padrinho político, João Doria (foto).

“Embora Garcia apareça com no máximo 8% nas pesquisas de intenções de voto, bem atrás dos adversários, o histórico do PSDB o coloca como um dos favoritos na disputa. Ele já fechou aliança com vários partidos, entre os quais o MDB e o União Brasil, fruto da fusão do DEM com o PSL.

Para fazer frente à coalizão, os adversários do PSDB em São Paulo apostarão suas fichas na rejeição de João Doria, que deixará a cadeira para Garcia no fim de março, para disputar a eleição presidencial.”

LEIA AQUI; assine a Crusoé e financie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....