Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em reunião com Biden, Bolsonaro pede “eleições limpas, confiáveis e auditáveis” no Brasil

O presidente brasileiro ainda disse que o país é "exemplo mundial" em preservação do meio ambiente e falou em estreitamento com os EUA
Em reunião com Biden, Bolsonaro pede “eleições limpas, confiáveis e auditáveis” no Brasil
Reprodução/TV Brasil

Ao lado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, Jair Bolsonaro defendeu a realização de “eleições auditáveis e confiáveis” e disse que “se for deixar o governo, será de forma democrática”.

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos exaltou o “poder das democracias” em todo o mundo, durante a abertura da Cúpula das Américas.

Este ano, temos eleições no Brasil e queremos sim eleições limpas, confiáveis e auditáveis para que não sobre nenhuma dúvida após o pleito. E temos certeza de que ele será realizado nesse espírito democrático. Cheguei [ao poder] pela democracia e tenho certeza de que, se for deixar o governo, será de forma democrática”, declarou o presidente brasileiro.

Jair Bolsonaro foi um dos últimos chefes de Estado a cumprimentar Biden e insistia na tese de Donald Trump – adversário do presidente democrata – de que houve fraude nas eleições dos Estados Unidos.

Durante a sua fala, Bolsonaro também afirmou que o Brasil é um “exemplo mundial” na preservação do meio ambiente e pode ser um dos principais exportadores de energia limpa no futuro. Ele apresentou o país como uma “solução” para o fornecimento de alimentos.

“O Brasil preserva muito bem o seu território. Hoje, o Brasil se apresenta como uma realidade concreta para o mundo. Podemos brevemente ser um dos maiores exportadores de energia limpa. Sobra a questão ambiental, nós temos nossas dificuldades, mas somos um exemplo para o mundo”, disse.

O presidente da República brasileiro também criticou as medidas instituídas por vários países – inclusive os EUA – para conter a pandemia de Covid.

“As consequências da pandemia, com a equivocada política do ‘fique em casa e a economia a gente vê depois’, agravada por uma guerra a 10 mil quilômetros do Brasil, as consequências são danosas para todos nós. Principalmente para os mais humildes”, disse.

Assista:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....