Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em carta a Guedes, mais de 400 servidores do Tesouro pedem aumento

Signatários se queixam de "reajuste salarial seletivo envolvendo carreiras específicas do Poder Executivo" e ameaçam "entrega generalizada de cargos"
Em carta a Guedes, mais de 400 servidores do Tesouro pedem aumento
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Mais de 400 servidores do Tesouro Nacional enviaram nesta quarta-feira (16) a Paulo Guedes (foto) e ao secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago, uma carta em que pedem reajuste salarial, informa a Folha.

Assinada por técnicos e auditores federais da área de Finanças e Controle, a carta se queixa de que a categoria ficou de fora das “tratativas de reajuste salarial seletivo envolvendo carreiras específicas do Poder Executivo” —referência à intenção do governo de dar aumento apenas a policiais, base eleitoral de Jair Bolsonaro.

Os signatários do texto afirmam ainda que “o atual clima de frustração tem potencial para desencadear uma entrega generalizada de cargos de confiança, com implicações imediatas à capacidade institucional” do Tesouro.

Os técnicos e auditores também reclamam de terem tido suas carreiras preteridas em relação a outras “que receberam reajustes maiores ou bônus de desempenho” e propõem o envio de uma MP ao Congresso, para que a remuneração deles seja “equiparada” à tabela proposta para outros servidores.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....