Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Eleições 2022: no DF, Ibaneis vai enfrentar senadores e um ministro para se manter no cargo

Disputa pelo Palácio do Buriti já tem oito pré-candidatos, entre os quais os três senadores e o ministro Anderson Torres
Eleições 2022: no DF, Ibaneis vai enfrentar senadores e um ministro para se manter no cargo
Foto: Renato Alves/Agência Brasília

As eleições deste ano para o governo do estado no Distrito Federal devem ser uma das mais disputadas dos últimos 20 anos. Até o momento, oito nomes aparecem como pré-candidatos ao Palácio do Buriti.

O atual governador Ibaneis Rocha (MDB) é candidato à reeleição, mas ele (foto) vai ter que enfrentar pelo menos três senadores e até um ministro de estado, no caso Anderson Torres (Justiça). A candidatura de Torres é defendida pelo próprio presidente Jair Bolsonaro e por integrantes da ala ideológica do Planalto, como a deputada federal Bia Kicis (PSL).

Também são pré-candidatos ao governo do estado os três senadores do DF: Izalci Lucas (PSDB), Reguffe (Podemos) e Leila Barros (Cidadania). Izalci vem construindo sua candidatura desde 2019; Reguffe é apontado em pesquisas internas do partido como favorito para vencer as eleições no Distrito Federal, mas ele pode ficar fora da política caso seja derrotado – seu mandato como senador acaba no início do ano que vem e Leia Barros tem sido estimulada a sair como candidata pelo campo da esquerda.

Além destes, o ano de 2022 começa com outros três pré-candidatos: um pelo PT, que ainda não definiu se será com a sindicalista Rosilene Corrêa ou com ex-deputado federal Geraldo Magela; um pela Rede (Leandro Grass) e outro pelo PSB. O partido do ex-governador Rodrigo Rollemberg pretende disputar o Buriti com Rafael Parente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....