Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Doria diz que acordo do PSDB com MDB é “tentativa de golpe”

Na semana passada, as bancadas de deputados federais e senadores tucanos divulgaram uma nota defendendo que Bruno Araújo avance nas conversas com o MDB
Doria diz que acordo do PSDB com MDB é “tentativa de golpe”
Foto: Governo do Estado de São Paulo

João Doria (foto) criticou a decisão tomada pelas cúpulas do PSDB e MDB de contratarem pesquisas para definir uma candidatura única das duas siglas. O ex-governador de São Paulo, que venceu as prévias tucanas para disputar o Planalto, acusou seu partido de “golpe”.

A manifestação foi feita em carta encaminhada ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo. No comunicado, segundo Araújo, Doria reclamou de uma “tentativa de golpe” e disse que as pesquisas que avaliam rejeição são “desculpas estapafúrdias”.

Afirmou também que as movimentações de Araújo “criam insegurança jurídica” e que a “decisão da cúpula formada por 34 pessoas não pode se sobrepor à decisão democraticamente tomada” . Qualquer outra decisão diferente do resultado das prévias tucanas, acrescentou, é “tapetão”.

Na semana passada, como mostramos, as bancadas de deputados federais e senadores do PSDB divulgaram uma nota defendendo que Araújo avance “nas conversas com o MDB e o Cidadania buscando uma candidatura única”.

João Doria, em tese o candidato oficial do partido, não consegue passar de 3% nas intenções de voto — última pesquisa da CNT/MDA mostra que sua rejeição chega a 68%.

Mais cedo, Aécio Neves afirmou discordar de uma aliança automática com o MDB. O deputado mineiro também reclamou de Araújo e do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....