Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Disputa por cargos na escola do MP chega ao Supremo

Procuradores que perderam cargos na Escola do Ministério Público da União recorreram ao STF para derrubar decisão recente de Augusto Aras que promoveu uma troca geral de coordenadores e conselheiros.

Nomeados por Raquel Dodge, eles alegam que estavam no meio de um mandato, instituído por normas internas há cerca de 20 anos, e que a escola deve ter sua autonomia preservada, uma vez que é uma instituição de ensino.

A ação não fala, mas por trás do pedido existe a óbvia disputa por extras salariais e prestígio dentro da carreira. Não há lei que garanta aos antigos dirigentes a permanência nos postos que ocupavam.

A escola sem partido de Aras

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....