Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Diretor da PF espera que Bolsonaro cumpra acordo sobre aumento

Paulo Maiurino tem dito a integrantes da corporação que ainda é cedo para fazer cobranças; agentes de segurança estão em compasso de espera
Diretor da PF espera que Bolsonaro cumpra acordo sobre aumento
Foto: Assembleia Legislativa de São Paulo

O diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino (foto), tem dito a integrantes da corporação esperar que Jair Bolsonaro cumpra a promessa de aumentar o salário das forças de segurança em 2022, segundo apurou O Antagonista.

Por determinação do presidente da República, o relator-geral do Orçamento, Hugo Leal (PSD-RJ), reservou R$ 1,7 bilhão para reajustar salários aos integrantes da PF, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional. Como mostramos, a reação dos demais servidores foi imediata e várias categorias já falam em paralisação nacional.

Para evitar greve-geral, Bolsonaro recuou e disse, no sábado, que não está garantido aumento para ninguém, nem mesmo para as forças de segurança.

“Primeiramente, não está garantido o reajuste para ninguém. Tem uma reserva de R$ 2 bilhões que poderia ser usada para a Polícia Federal e para a Polícia Rodoviária Federal, além do pessoal do sistema prisional. Mas outras categorias viram isso e disseram: ‘Eu também quero’. E veio essa onda toda”, disse Bolsonaro.

Policiais estão em compasso de espera, aguardando os desdobramentos do caso. A colegas da PF, apurou O Antagonista, Maiurino afirmou que ainda é cedo para falar em qualquer reação das forças de segurança.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....