Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Desmatamento em áreas protegidas aumentou 79% em 3 anos de governo

Durante a gestão de Jair Bolsonaro, a alta nas unidades de conservação federais foi ainda maior, o equivalente a 130% de hectares desmatados
Desmatamento em áreas protegidas aumentou 79% em 3 anos de governo
Foto Bruno Kelly/Amazonia Real

O desmatamento em áreas que deveriam ser protegidas aumentou 79% nos três anos do governo de Jair Bolsonaro, de 2019 a 2021, em comparação com os três anos anteriores, 2016 a 2018.

Os dados constam em estudo conduzido por especialistas do Instituto Socioambiental obtido pelo G1. O levantamento foi feito a partir de informações do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite, do Inpe.

Em novembro, o governo anunciou uma alta de 22% no desmatamento de todo o bioma em comparação com o ano anterior.

A alta de 79% em hectares desmatados se deu ao analisar todos os tipos de Unidades de Conservação, sejam elas federais ou estaduais e terras indígenas da Amazônia.

Nas unidades de conservação federais isoladamente, o número é ainda maior. A alta foi de 130% nos três anos de governo. No caso das UCs estaduais, a alta foi de 50%.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....