Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deputado e empresário que foi vice de Arruda são alvos de operação do Ministério Público

Ministério Público faz buscas na Câmara Legislativa para desarticular esquema ilegal envolvendo Reginaldo Sardinha (Avante) e Paulo Octávio (PP)
Deputado e empresário que foi vice de Arruda são alvos de operação do Ministério Público
Foto: Marcello Casal/ABr

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) cumpre buscas na Câmara Legislativa nesta manhã, para desarticular esquema ilegal montado na Secretaria de Administração Penitenciária do DF (Seape).

Entre os alvos, estão o deputado distrital Reginaldo Sardinha (Avante) e o empresário Paulo Octávio (PP), ex-senador e ex-vice de José Roberto Arruda, preso em 2010 no esquema do mensalinho do DEM.

Octávio (foto), que tenta voltar ao Senado em 2022, também foi preso em 2014 por outra investigação sobre esquema de propina para a liberação de alvarás.

A ação desta quarta-feira é conduzida pelos promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pela Procuradoria-Geral de Justiça do DF.

Segundo o Metrópoles, o nome da operação é Maré Alta, em alusão a um cenário de prosperidade fabricado pelos investigados, associado aos gastos em locações direcionadas de prédios para a instalação da Seape.

“A investigação, que começou em 16 de julho de 2021, identificou que a alta cúpula e o segundo escalão da Seape teriam fraudado os procedimentos de contratação para favorecer o empresário Paulo Octávio, para que os imóveis do empresário, inclusive considerados inadequados e perigosos para o funcionamento da estrutura da secretaria, fossem escolhidos para instalação de setores importantes da pasta.

De acordo com as provas colhidas, os dois secretários que atuaram no período em que essas contratações foram lançadas — Agnaldo Curado e Geraldo Nugoli — agiram sob o comando do deputado distrital Reginaldo Sardinha, que é policial penal. Segundo os promotores, o parlamentar seria o verdadeiro responsável de fato pela tomada das decisões mais importantes da secretaria. O MP faz buscas nas residências de Curado e Nugoli, que é o atual secretário da Seape.”

Ontem, o MP e a Polícia Civil também cumpriram buscas no gabinete do deputado distrital Daniel Donizet (PL), no âmbito de outra investigação pelo crime de rachadinha (peculato).

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....