Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deputado bolsonarista destinou R$ 12 mi a ONGs administradas por chefe de gabinete

Welbert Pedro, assessor de Luiz Lima, é CEO das entidades Instituto Leo Moura Sports e Instituto Casa do Pai, beneficiadas por emendas do parlamentar
Deputado bolsonarista destinou R$ 12 mi a ONGs administradas por chefe de gabinete
Reprodução/Redes Sociais

O deputado bolsonarista Luiz Lima (PSL-RJ) destinou pelo menos R$ 12 milhões para projeto administrados pelo chefe de seu gabinete na Câmara, Welbert Pedro, diz o UOL.

Duas ONGs atuam como intermediárias dos projetos: o Instituto Leo Moura Sports e o Instituto Casa do Pai. Ambos os institutos divulgam a imagem do deputado.

A ex-nadadora Fabíola Molina é responsável pela liberação dos recursos na Secretaria Especial do Esporte.

No domingo, o Estadão revelou que o Instituto Leo Moura já recebeu R$ 41,6 milhões a partir de emendas do orçamento secreto apadrinhadas por Luiz Lima e por Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O jogador recebe recursos públicos para manter escolinhas de futebol no estado do Rio. Desde 2020, essas escolinhas foram turbinadas com R$ 25 milhões em emendas. Naquele ano, o projeto foi rebatizado de “Passaporte para a Vitória”.

No Facebook, a página “Passaporte para a Vitória”, que desde julho compartilha fotos do projeto, com direito a selo do governo federal (exigência legal para comprovação de publicidade do apoio público), informou em ao menos cinco postagens que Welbert Pedro é o “CEO do projeto”.

Ontem, essa informação foi retirada da página.

Também foi retirada da página de Welbert a informação de que ele é “CEO” do “Vida em Movimento”, um projeto do Instituto Casa do Pai, também financiado com recursos de emendas parlamentares de Luiz Lima — R$ 1,5 milhão.

Procurados pelo portal, Luiz Lima e Welbert Pedro não quiseram comentar o caso.

reproducao luiz lima ceo  628x309

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....