Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deltan: "Vingança do sistema tem sido violenta e incessante"

O ex-procurador, que decidiu renunciar à carreira no MPF para se dedicar à política, disse que a corrupção piora a imagem do país e prejudica a economia
Deltan: “Vingança do sistema tem sido violenta e incessante”
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Deltan Dallagnol (foto) falará sobre combate à corrupção em uma live no YouTube nesta terça-feira (9). O ex-procurador e coordenador da Lava Jato, que decidiu renunciar à carreira no Ministério Público Federal para se dedicar à política, anunciou hoje no Twitter que apresentará o evento “O mapa do desmonte do combate à corrupção no Brasil”, a partir das 19h30.

Em uma série de publicações, Deltan diz que a “vingança do sistema tem sido violenta e incessante”.

“É importante olhar não só para cada árvore que está caindo, mas entender como a floresta está sendo incendiada. Além disso, a vingança do sistema tem sido violenta e incessante, com a anulação de processos, mudanças legislativas que favorecem a impunidade, tentativas de sequestro da narrativa e assassinato de reputações, tudo com o objetivo de manter tudo como sempre foi.”

Deltan também fala sobre os impactos da corrupção na economia.

“O aumento da corrupção no Brasil tem efeitos devastadores para a economia e piora a imagem do nosso país no exterior, dificultando o relacionamento do Brasil com outros países e afugentando investimentos estrangeiros.”

Nos tuítes, o ex-procurador ainda menciona declarações do chefe do órgão anticorrupção da OCDE, Drago Kos, sobre a situação do Brasil.

” […] Drago Kos foi enfático sobre a reação do sistema contra o combate à corrupção: ‘Isso sempre acontece, quando há uma instituição muito eficiente no combate à corrupção, o império, ou seja, os corruptos, contra-atacam. Se você me perguntasse há três ou quatro anos sobre o combate à corrupção no Brasil, eu teria um resposta muito simples: o Brasil é um dos melhores, provou que pode ir do zero na luta contra a corrupção para 100% e isso podia ser dito sobre todas as instituições do país. O entusiasmo na luta contra a corrupção parece estar desaparecendo‘. […]”

Deltan também cita que a OCDE criou um grupo permanente de monitoramento do combate à corrupção no Brasil e que a medida é inédita.

O Antagonista apurou nos últimos dias que o ex-procurador foi convidado por Alvaro Dias a se filiar ao Podemos, para se lançar a deputado federal pelo Paraná em 2022.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....