Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deltan critica investida de Gilmar contra Bretas

Inimigo da Lava Jato, ministro do STF decidiu encaminhar ao CNMP delação não homologada que acusa integrantes da força-tarefa da operação no Rio de Janeiro
Deltan critica investida de Gilmar contra Bretas
Foto: Vagner Rosário/Crusoé

Em suas redes sociais, Deltan Dallagnol (foto) criticou nesta terça-feira, 15, Gilmar Mendes por investir contra o juiz Marcelo Bretas e procuradores da extinta força-tarefa da Lava Jato no Rio.

Inimigo da operação, Gilmar decidiu encaminhar ao Conselho Nacional do Ministério Público uma delação ainda não homologada em que o advogado José Antônio Fichtner alega ter sido vítima de “tortura psicológica” pelos nomes ligados à Lava Jato fluminense.

Irmão do ex-secretário do governo do Rio Régis Fichtner, José Antônio disse ainda ter recebido do advogado Nythalmar Dias Ferreira uma suposta oferta de influência junto a Bretas, responsável por julgar ações que o envolviam na 7ª Vara Federal Criminal do estado.

Nas redes, o ex-chefe da Lava Jato em Curitiba rebateu as afirmações e afirmou que Gilmar jamais aceitou usar acordos não homologados contra “corruptos que desviaram bilhões”, mas não titubeou em fazê-lo com a mira em Bretas e nos procuradores.

“O lema do STF deveria ser não roubar, não deixar roubar e punir quem rouba. Parte do STF segue outro lema: não punir, não deixar punir e punir quem pune”, disse Deltan.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....