Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Deltan critica decisão do TCU: "O sistema quer vingança"

Corte responsabilizou Rodrigo Janot e o ex-procurador pelo pagamento de cerca de R$ 2 milhões em diárias e passagens a integrantes da Lava Jato
Deltan critica decisão do TCU: “O sistema quer vingança”
Foto: Vagner Rosário/Crusoé

Como mostramos mais cedo, o TCU responsabilizou Rodrigo Janot e DeltanDallagnol (Podemos) pelo pagamento de cerca de R$ 2 milhões em diárias e passagens a procuradores da Operação Lava Jato. Em publicações nas redes sociais nesta tarde, Deltan criticou a decisão da Corte, citou o caso do PowerPoint e disse que os fatos mostram que o “sistema quer vingança contra quem lutou contra a corrupção”. 

O ex-procurador da Lava Jato disse que não recebeu nem autorizou as as diárias e mencionou que nunca exerceu função administrativa no Ministério Público Federal.

“Depois de ser condenado a indenizar Lula em R$ 75 mil, o TCU agora quer me responsabilizar por diárias que eu não recebi e nem autorizei. A condenação, dessa vez, pode ultrapassar R$ 2 milhões. […] Essa decisão é absurda porque eu nunca exerci função administrativa e nem trabalhei como ordenador de despesas no MPF, função que era exclusiva da PGR”, escreveu Deltan (foto).

“Se eu NÃO RECEBI e NEM AUTORIZEI o pagamento de diárias, por qual motivo o TCU quer me responsabilizar por algo que não fiz e nem tinha poder para fazer? A resposta é clara: o sistema quer VINGANÇA contra quem lutou contra a corrupção, como já disse o ministro Barroso”, acrescentou.

Em seguida, Deltan afirmou que foi adotado o modelo mais econômico possível no pagamento de diárias, para que especialistas em corrupção e lavagem de dinheiro de várias partes do país pudessem trabalhar na força-tarefa.

“Não se engane: eles sabem que não recebi diárias, que não autorizei as diárias e que não tenho qualquer responsabilidade neste caso. Mas isso não importa. O que importa é me condenar, cassar meus direitos políticos e me tornar inelegível, para que a vingança seja completa. Querem me calar, perseguir e intimidar, mas meu compromisso com o combate à corrupção e 1 país mais justo e melhor é inabalável. Vou me defender junto ao TCU e aguardar o resultado dessa apuração com coragem, determinação e o mesmo senso de propósito com que sempre trabalhei”, concluiu.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....