Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Delegados da PF veem anomalia em inquérito das 'fake news'

Delegados da PF ouvidos anonimamente pelo blog de Fausto Macedo apontam anomalias no “inquérito das fake news” aberto pelo STF, que Raquel Dodge acaba de mandar arquivar.

Segundo os delegados, não houve livre distribuição do caso. O responsável pela investigação foi escolhido por Alexandre de Moraes, o relator, após indicação do diretor-geral da PF em exercício, Disney Rosseti.

Na avaliação dos delegados, o inquérito descumpriu regras da administração da Polícia Federal.

O correto, afirmam eles, seria que o caso tivesse sido enviado à Corregedoria da PF, que, por sua vez, distribuiria o caso à delegacia competente. Lá, o delegado-chefe apontaria o responsável pela investigação.

Foi com base nesse inquérito que Moraes deu, ontem, a ordem de censura a Crusoé e O Antagonista.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....