Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Delegado da PF suspeito de "vender inquéritos" é demitido

Fernando Cairon foi preso por vender informações a investigados; ele também é suspeito de invadir computador de ex-delegado da Lava Jato
Delegado da PF suspeito de “vender inquéritos” é demitido
Reprodução

O delegado da Polícia Federal Fernando Caieron teve a demissão publicada nesta quarta-feira (19) no Diário Oficial da União, por violar regras do funcionalismo público. Ele foi preso em 2019 na Operação Chabu, que desbaratou grupo de policiais federais e rodoviários que vendiam inquéritos para investigados.

De acordo com o DO, o delegado infringiu a lei “ao exercer o comércio ou participar de sociedade comercial” e “prevalecer-se, abusivamente, da condição de funcionário policial; revelar segredo do qual se apropriou em razão do cargo; e praticar ato de improbidade administrativa”.

Nas apreensões realizadas, os agentes descobriram no celular de Caieron imagens da tela do computador do delegado Márcio Anselmo, hoje aposentado e ex-coordenador do grupo de trabalho da Lava Jato na Polícia Federal.

Os vazamentos atribuídos a Caieron visavam a políticos e empresários. De acordo com a investigação, as informações sigilosas eram negociadas para proteção dos alvos da própria PF e espionagem dos investigadores.

Em 2005, Cairon também caiu na Operação Playboy, que desarticulou uma das maiores quadrilhas de tráfico internacional de drogas do país.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....