Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Defesa do PT diz ao TSE que houve "expressivo número de mentiras" em 2018

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral começou a julgar, há pouco, duas ações que pedem a cassação da chapa de Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão
Defesa do PT diz ao TSE que houve “expressivo número de mentiras” em 2018
Foto: Adriano Machado/Crusoé

A defesa da coligação “O Povo Feliz de Novo”, integrada pelo PT, PC do B e Pros nas eleições de 2018 afirmou ao Tribunal Superior Eleitoral nesta terça-feira (26) que há elementos suficientes para cassar a chapa Bolsonaro-Mourão. A declaração foi dada no julgamento de duas ações que questionam o uso de disparos em massa de mensagens na campanha.

Segundo a defesa, a eleição foi calcada em mentiras e abusos e é isso que se pode concluir das presentes ações

“Foi uma campanha sustentada por uma engenhosa máquina de disseminação de mentiras. As duas ações comprovam esse modo de agir da chapa do presidente na chapa de 2018 e por isso tem-se configurado o abuso do poder econômico e também dos meios de comunicação, capazes de impactar de maneira relevante esse pleito”, disse o advogado Eugênio de Aragão.

De acordo com a defesa, existiu um expressivo número de mentiras. “Houve orquestração na disseminação de fake news, com organização própria e custo elevado, que não foi declarado nos gastos oficiais da campanha e muitos podem ter tido origem vedada, de pessoa jurídica por ex. As provas coletadas são expressivas. Temos provas de envios de milhões de mensagens de disparos em massa por meio de contas falsas”, afirmou a defesa.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....