Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Decisão de André Mendonça cria mal-estar no STF

Na sexta, o ministro determinou que os estados efetuem a cobrança do ICMS do combustível sobre uma base de cálculo menor a partir julho
Decisão de André Mendonça cria mal-estar no STF
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

A decisão do ministro André Mendonça (foto) de determinar que os estados efetuem a cobrança do ICMS do diesel sobre uma base de cálculo menor a partir de julho gerou mal-estar no STF, diz O Globo.

Ministros ouvidos pelo jornal carioca avaliam que Mendonça “invadiu” o que estava sendo tratado em outro recurso, que está sob a relatoria de Gilmar Mendes.

“A interlocutores, os ministros críticos à decisão de Mendonça têm dito que o ministro ignorou a existência de outra ação do governo sobre o ICMS, ultrapassando o que estava no pedido original relatado por ele.”

Mendonça concedeu a liminar no âmbito de uma ação em que o presidente Jair Bolsonaro questiona a conduta dos estados na regulamentação da alíquota única de ICMS sobre o diesel.

O ministro também deu o prazo de cinco dias para que a Petrobras explique o que motivou os reajustes de combustíveis – incluindo o mais recente tomado na última sexta-feira.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....