Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Daqui a pouco o cargo mais importante da República vai ser o de relator do orçamento"

O senador Marcelo Castro, que relata o parecer sobre emendas secretas, defendeu a necessidade de impor um limite a elas
“Daqui a pouco o cargo mais importante da República vai ser o de relator do orçamento”
Foto: Agência Câmara

O relator do parecer sobre as emendas secretas, senador Marcelo Castro (foto), defendeu há pouco a necessidade de dar mais transparência às emendas RP9, as emendas do relator. O instrumento foi suspendo pelo STF e está sendo discutido no Senado.

Em entrevista à CNN, Castro afirmou que é preciso saber quem está alocando os recursos repassados.

“Evidentemente que o relator não pode saber das necessidades do Brasil todo. Alguém pediu, normalmente um parlamentar, para que aquele recurso fosse para aquele determinado local. A transparência que o Supremo está querendo é exatamente essa, quem foi que alocou o recurso. E nós somos favoráveis a isso aí.”

Segundo o senador, é preciso estabelecer um limite para as emendas.

“A crítica que eu faço não é à qualidade da emenda. Elas não trazem um mal intrínseco em si. A crítica que eu faço a essas emendas é da quantidade, do volume. Eu tenho números para justificar isso. Como se corrige? estabelecendo um limite. Ou um valor percentual ou um valor absoluto.”

“O relator deste ano fez R$ 30 bilhões de emenda. Por que ele fez 30? Porque ele quis. Se ele quisesse fazer 50, ele teria feito. Se tivesse querido fazer R$ 100 bilhões, teria feito. Se nós continuarmos com esse poder do relator geral, o cargo mais importante da República vai ser o de relator do orçamento, completou.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....