Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cristiane Brasil usava 'mulheres da mala' para receber propina, segundo MP

Cristiane Brasil usava mulheres da mala para receber propina, segundo MP
Foto: Reprodução

Segundo o MP do Rio, a ex-deputada Cristiane Brasil (PTB) e o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, receberam propina em espécie, diz o G1.

Eles foram denunciados e tiveram as prisões decretadas por envolvimento com esquemas de corrupção na Prefeitura e no governo do Rio entre 2013 e 2018. De acordo com o MP, o esquema desvio R$ 30 milhões do erário.

Os promotores do caso afirmam que Cristiane Brasil usava duas assessores, Vera Lúcia Gorgulho Chaves de Azevedo e Suely Soares da Silva, para receber o dinheiro em nome dela.

Eram as “mulheres da mala”, de acordo com o MP.

“Pedro Fernandes (3º- “chefe”), ainda na condição de deputado estadual não reeleito, recebia as propinas em dinheiro, sendo que os valores das vantagens indevidas eram tão elevados (25% do valor pago pelo erário referente ao contrato) que, além de serem pagos parceladamente, era mantida uma ‘conta corrente informal da propina’ junto à Servlog Rio, que era administrada por Flávio Chadud (1º), Bruno Campos Selem (7º) e Marcus Vinícius (8º), o que possibilitava que aquele recebesse mensalmente parcelas dos valores espúrios, em espécie”, diz trecho da denúncia destacado pelo G1.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....