Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Crise hídrica ainda requer atenção em 2022

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, os próximos 12 meses continuarão demandando manutenção de medidas excepcionais
Crise hídrica ainda requer atenção em 2022
Foto: CTG Brasil, Divulgação

Mesmo com as chuvas e reservatórios com alto nível de água, o setor elétrico ainda deve ter atenção no próximo ano. Há incertezas, por exemplo, sobre o volume de chuva até abril, quando começa o período seco, diz o G1. 

Isso porque de acordo com o Ministério de Minas e Energia e com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os próximos 12 meses continuarão demandando manutenção de medidas excepcionais para garantir o fornecimento de energia.

“A despeito da melhoria das condições de atendimento eletroenergético, tanto para 2021 quanto as perspectivas para 2022, permanece a situação de atenção e o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) mantém o trabalho de acompanhamento permanente”, disse o ministério em nota.

Segundo a pasta, todas as ações tomadas são respaldadas por estudos prospectivos elaborados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico. “E pelo acompanhamento das demais medidas excepcionais em curso, que são fundamentais para a garantia da segurança do atendimento ao Sistema Interligado Nacional, especialmente, para 2022”, afirmou.

Para o diretor-geral do ONS, Luiz Carlos Ciocchi, a maior incerteza para o próximo ano recai sobre a estação chuvosa. “A estação chuvosa das bacias [hidrográficas] situadas no subsistema Sudeste/Centro-Oeste constitui o período de maior incerteza de previsão, tendo em vista a grande variabilidade observada no histórico para a precipitação nessa região, tanto em volume como na distribuição espacial”, disse.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....